Notícias

A- A+

Coração na batida certa

11/2017

Campanha alerta sobre prevenção de morte súbita

Dra. Maria Alayde Mendonça da Silva destaca que identificar e tratar os fatores de risco para o infarto tem implicação direta com a prevenção da morte cardíaca súbita

Dra. Maria Alayde Mendonça da Silva destaca que identificar e tratar os fatores de risco para o infarto tem implicação direta com a prevenção da morte cardíaca súbita

No Brasil, em torno de 150 mil pessoas são acometidas, anualmente, pela morte cardíaca súbita, a maioria adultos de ambos os sexos, sendo a causa mais frequente o infarto agudo do miocárdio. A cardiologista cooperada da Unimed Maceió, Dra. Maria Alayde Mendonça da Silva, destaca que identificar e tratar os fatores de risco para o infarto agudo do miocárdio tem implicação direta com a prevenção da morte cardíaca súbita.
 
Para alertar sobre esse problema, a Sociedade de Arritmias Cardíacas (SOBRAC) instaurou o Dia Nacional de Prevenção das Arritmias Cardíacas e Morte Súbita, comemorado anualmente em 12 de novembro. Este ano, a campanha tem o tema “Coração na Batida Certa”, cujo objetivo é mobilizar profissionais médicos e da área da saúde para a captação de dados estatísticos/epidemiológicos que auxiliem na redução do impacto das doenças cardiovasculares e mortes no país.
 
“Os fatores de risco a serem evitados são a Hipertensão Arterial, o Diabetes mellitus, o colesterol LDL elevado e o hábito de fumar. Além desses, a inatividade física e os excessos alimentares contribuem para o excesso de peso, que favorece o aparecimento e/ou a piora da hipertensão, diabetes e colesterol elevado”, alerta Dra. Maria Alayde Mendonça da Silva.
 
Neste domingo (12), na orla da Ponta Verde (rua fechada), serão realizadas ações de educação sobre o tema, das 9 às 13 horas.