Notícias

A- A+

Médica da Unimed Maceió alerta para cuidados com a tuberculose

03/2018

Para chamar atenção sobre os cuidados com a doença, a OMS definiu o 24 de março como Dia Mundial de Combate à Tuberculose

Ascom Unimed Maceió Dra. Sandra Reis Duarte fala sobre a doença e como tratá-la

Dra. Sandra Reis Duarte fala sobre a doença e como tratá-la

A tuberculose é uma doença infectocontagiosa transmitida pelas vias aéreas e causada pelo Bacilo de Koch. De acordo com a médica pneumologista da Unimed Maceió, Sandra Reis Duarte, quando diagnosticada precocemente e tratada adequadamente, a taxa de cura é elevada.

Para alertar sobre os cuidados com a doença, a Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu o 24 de março como Dia Mundial de Combate à Tuberculose. “As metas da OMS são diagnosticar 70% dos casos e atingir um índice de cura de 85%. Nosso país está entre os 22 responsáveis por 90% dos casos de tuberculose no mundo”, afirma Dra. Sandra Duarte.

O paciente que apresenta tosse, expectoração e febre vespertina diária há mais de três semanas é considerado como sintomático respiratório. E, ao contrário do que se pensa, tuberculose tem cura.

“O diagnóstico é realizado com o exame de escarro, que é simples e de custo baixo. O tratamento com o esquema básico deve ser realizado nos postos de saúde. Os casos especiais e os esquemas de resistência são tratados nas unidades de referência, no caso de Maceió, o 2º Centro de Saúde e o Hospital Universitário”, orienta a médica.

Rastrear e diagnosticar precocemente quem tem tuberculose para iniciar o tratamento o mais rápido possível é a melhor forma de cortar a corrente de contágio da doença. “Vale ressaltar, ainda, que existem situações de risco para essa doença, como o alcoolismo, o uso de drogas ilícitas e doenças imunossupressoras (neoplasias, AIDS e doenças com o uso prolongado de corticóide)”, destaca a pneumologista.