Notícias

A- A+

O que corre nas veias

05/2017

Doença atinge mais mulheres do que homens entre 30 e 50 anos

Dra. Angela Luciene do Carmo Torres: “O aparecimento de varizes pode ser genético ou adquirido"

Dra. Angela Luciene do Carmo Torres: “O aparecimento de varizes pode ser genético ou adquirido"

O sangue percorre todo o corpo humano, através dos vasos sanguíneos e linfáticos. Mas os obstáculos em sua circulação podem ocasionar a doença venosa, que é a mais frequente das patologias vasculares, atingindo quatro em cada 10 pessoas no Brasil. A angiologista e cirurgiã vascular da Unimed Maceió, Dra. Angela Luciene do Carmo Torres, dá dicas para prevenção do problema.
 
A insuficiência venosa crônica é bastante comum e ocorre por mau funcionamento da circulação sanguínea, atingindo mais mulheres que homens, na faixa etária de 30 a 50 anos. “O aparecimento de varizes pode ser genético ou adquirido, quando relacionado ao sedentarismo, profissão, trombose venosa, traumatismo, contraceptivos hormonais e atividades em que a pessoa permanece muito tempo em pé parado ou sentado”, afirma a especialista.
 
“A prática de exercícios físicos, o controle do peso, o uso de meias elásticas medicinais indicadas por especialista e de calçados adequados, sem saltos muitos altos, além de evitar longos períodos sentado ou parado em pé, são medidas preventivas”, orienta Dra. Angela Luciene do Carmo Torres.